• Policy research and debate

tertúlias-IPP-2017

CONSULTE AS FOTOGRAFIAS DO EVENTO AQUI

Em debate, as cidades na era do Airbnb e da Ryanair, com Adolfo Mesquita Nunes (ex-S. E. Turismo) e Sandra Marques Pereira (DINÂMIA’CET – ISCTE-IUL), e moderação de Pedro Pita Barros (IPP). Entrada livre, inscreva-se já no formulário abaixo.

Do lado da procura, algumas dinâmicas globais, europeias em particular, têm potenciado de forma exógena a apetência por destinos como Portugal pelas suas características de segurança face a destinos concorrentes. Mas, sobretudo, nos últimos largos anos, fatores como o crescimento da disponibilidade de voos low-cost, a dinamização do mercado de alojamento local, potenciada por plataformas como a Airbnb, ou o aumento da oferta de cruzeiros, têm tornado mais acessível a viagem e estadia para “city breaks” em Lisboa e no Porto. A oferta tem sabido reagir rápida e eficazmente a esta dinâmica, multiplicando-se os empreendimentos turísticos, reabilitação urbana para alojamento local, “tuk tuks”, serviços vários para turistas, restaurantes, etc. O trabalho de marketing apurou-se e investiu em campanhas mais focadas e criativas, tendo como resultado Lisboa com uma das cidades mais “on trend” na Europa.

Se o impacto económico deste crescimento é inegavelmente positivo, o impacto social é menos trivial. Tudo isto suscita desafios importantes para as políticas públicas locais. Que impacto tem nas condições para a habitabilidade nas cidades? Pode falar-se (e, se sim, evitar-se) de uma certa “perda de identidade” da cidade? É o turismo responsável por uma certa “gentrificação” dos centros das cidades? É possível e desejável procurar “controlar” a afluência turística nas cidades?

Após uma breve exposição inicial dos convidados, abre-se o debate, que se pretende livre, dinâmico e plural.

A participação é livre, mas sujeita a inscrição (no link abaixo). Participe neste fim de tarde tertuliano, com uma discussão estimulante num ambiente descontraído. Esperamos por si, quinta-feira, dia 20 de abril, às 19h30, no Terraço Novo do ISEG (ed. Quelhas – R. Quelhas 6, Lisboa).


adolfo-mesquita nunes-tertúlias-IPP

Adolfo Mesquita Nunes

Adolfo Mesquita Nunes é advogado nas áreas de direito público, nomeadamente em políticas públicas, contratação pública, regulação, contencioso, arbitragem e contratos públicos. Foi Secretário de Estado do Turismo do XIX e XX Governos Constitucionais. Durante o seu mandato foi alterada a estratégia de promoção do Destino Portugal, com a aposta, pela primeira vez, no marketing digital como ferramenta principal dessa estratégia. Ainda durante o seu mandato, procedeu-se à liberalização e simplificação do acesso às actividades turísticas, tendo Portugal passado, em dois anos, de 20-º a 15.º país mais competitivo do Mundo em turismo, de acordo com o Fórum Económico Mundial. É licenciado em Direito pela Universidade Católica Portuguesa (2000) e Mestre em Ciências Jurídico Políticas Universidade de Lisboa (2008). É sócio da sociedade Gama Glória. Vice-Presidente do CDS-PP.

 

sandra-marques-pereira-tertúlias-IPP

Sandra Marques Pereira

Sandra Marques Pereira doutorou-se em Sociologia (2010) e é actualmente Post-Doc fellow (Fundação para a Ciência e Tecnologia/FCT), bem como Professora convidada no ISCTE-IUL (ensina no Mestrado Integrado em Arquitectura e no Doutoramento – Arquitectura dos Territórios Metropolitanos). Co-supervisora de várias Teses de Mestrado em Arquitectura, é também coordenadora na WG Southern European House (em preparação)/European Network for Housing Research e membro da OIKONET, uma rede global multidisciplinar que se debruça sobre análise e estudos sobre habitação, fundada pela União Europeia. Sandra foi ainda visiting fellow no Institut National d’études Démographiques/ INED – Paris (em diferentes períodos entre 2012 e 2014), Coordenadora Executiva de projectos de pesquisa da FCT, nomeadamente www.trajectorias-residenciais.com, e autora de várias publicações, como o capítulo “Cenários do espaço doméstico: modos de habitar” (2011) da colecção de referência coordenada por José Mattoso, “História da Vida Privada em Portugal”; o livro “Casa e Mudança Social – Uma leitura das transformações da Sociedade Portuguesa através da casa” (2012). Recebeu os prémios IHRU 2011 e André Jordan 2012 pela melhor Tese de Doutoramento.

Inscrições

Share →